Instituto Maurício de Nassau

25 de Junho de 2012 às 15:35

Pesquisa revela que 72,9% dos recifenses estão endividados

A decisão do Ministério da Fazenda de estimular o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país por meio do consumo como alternativa para evitar o agravamento dos efeitos da crise financeira internacional no Brasil corre serio risco de não ter feito devido ao alto endividamento do brasileiro. No Recife, 72,9% dos entrevistados pelo Instituto de Pesquisa UNINASSAU revelaram estar endividados, tal percentual era de 64,3% em janeiro deste ano. Mostrando uma elevação de 8,3% no total de famílias endividadas.

Segundo a Pesquisa Mensal de Expectativa de Consumo, realizada pelo instituto, ao longo deste semestre o percentual de pessoas que se declararam endividadas espontaneamente vem se elevando gradativamente. O estudo analisou o nível de endividamento das famílias, de acordo com o percentual da renda dos consumidores comprometido com dívidas, e apontou que em junho 31,1% dos entrevistados afirmaram possuir um volume de dívidas superior ou igual ao total de sua renda, em janeiro tal percentual era de 25%. Ou seja, o perfil de endividamento do consumidor apresentou uma piora no primeiro semestre de 2012.

Leia este post na íntegra »

18 de Junho de 2012 às 10:29

A Oposição nas Pesquisas para Prefeito do Recife em 2012

O Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau (IPMN), em parceria com o portal LeiaJá e o Jornal do Commercio, já realizou cinco pesquisas de intenções de voto para prefeito do Recife, de dezembro do ano passado a junho deste ano. Os levantamentos têm margem de erro de 3,5 pontos de percentagem, para mais ou para menos, nível de confiança de 95%, e têm aplicado, em média, 812 questionários por enquete. Os cinco levantamentos tiveram as mesmas concepções estatísticas e características metodológicas.

Neste texto estão apresentadas algumas informações, transformadas em gráficos, extraídas das referidas pesquisas, sobre o desempenho eleitoral da oposição. Sob esta denominação entenda-se o grupo de postulantes à prefeitura do Recife, formado por Mendonça Filho, Daniel Coelho, Raul Henry e Raul Jungmann.

Nesta fase de pré-candidaturas, antecedente às convenções partidárias, os institutos de pesquisa se vêem obrigados a formular diferentes cenários a cada levantamento, em função das constantes mudanças da cena política. Cenários com diferentes atores não são comparáveis.

Leia este post na íntegra »

14 de Junho de 2012 às 10:45

Custo médio da cesta básica no Recife sofreu aumento de 4,91% em relação ao mês anterior

O Instituto de Pesquisa da UNINASSAU divulgou na quarta (13) , pesquisa sobre o Custo da Cesta de Consumo Alimentar do Recife para o mês de maio. O estudo revelou que o custo médio da cesta foi de R$ 469,86, um aumento de 4,91%, em relação ao mês de abril, quando o valor médio era de R$ 447,88. Para obter o menor custo possível para os 20 produtos da cesta (uma cesta ideal com os menores preços disponíveis), um recifense precisaria visitar, pelo menos, 31estabelecimentos (em 22 bairros diferentes). O valor obtido seria de R$ 311,51. Uma economia de R$ 158,35 em relação à média, representando uma variação negativa de 33,70%.

No mês de maio, o produto com maior variação de preço entre os estabelecimentos pesquisados foi o inhame, apresentando uma variação de 366,86%. Já o de menor variação de preço foi o leite, com uma variação de 15,89%. Em relação ao mês de abril, o produto que apresentou a maior elevação de preço foi o tomate, 26,98% e o de maior variação negativa (diminuição) foi o ovo, que ficou 5,63% mais barato em relação ao mês anterior.

Leia este post na íntegra »

16 de Abril de 2012 às 15:01

Mais de 60% dos recifenses compram aos ambulantes

Neste mês de abril, o Instituto de Pesquisas da Faculdade Maurício de Nassau (IPFMN) divulga pesquisa que revela uma ‘Economia Invisível’ no Recife. Os dados mostram que quase 70% dos recifenses compraram produtos do comércio ambulante, segundo relatório. Para chegar ao resultado foram consultadas 624 pessoas, na cidade, entre os dias sete e oito de março.

O levantamento apontou que os cosméticos lideram os produtos vendidos através da venda direta. Em segundo lugar vem os hortifruti (frutas, legumes, verduras), com 10%, seguidos do gás de cozinha com 9%.

Segundo o IPFMN, mais da metade das compras realizadas por venda direta está abaixo dos R$ 50. “Os números da pesquisa mostram a importância de tais seguimentos e orientação de políticas públicas de agregação de competitividade, formalização e profissionalização desse comércio mais antigo”, comenta o Coordenador da Pesquisa, Djalma Guimarães. Os entrevistados afirmaram que a confiança na compra entre clientes e vendedor e as facilidades de pagamentos são as principais vantagens das vendas diretas.

Leia este post na íntegra »

28 de Março de 2012 às 15:25

O desenvolvimento da região Norte de Pernambuco

Fundador e Acionista Controlador do Grupo Ser Educacional, Janguiê Diniz, comenta sobre o crescimento de Pernambuco.

Suape. Em meados de 2010, o governo Estadual oficializou a intenção de promover a aceleração do desenvolvimento da região Norte do Estado, e, desde então, o quadro começou a mudar rapidamente.

Em números, durante oito anos, de 1999 a 2008, o Litoral Sul de Pernambuco teve um crescimento de 86%, enquanto o Litoral Norte ficou com uma taxa menor que 23%. Com o plano de crescimento, a expectativa é que sejam aplicados um total de R$ 5,3 bilhões em obras que incluem a construção de uma rodovia, denominada Arco Metropolitano, com 98 quilômetros e que irá ligar os municípios de Itamaracá, na Região Metropolitana Norte, a Ipojuca, na Sul. Além de um complexo industrial logístico composto por porto e aeroporto.

Essas ações fazem parte da estratégia para absorver a demanda de empresas que querem se instalar em Pernambuco, mas que não encontram em Suape estrutura compatível com suas necessidades. A construção do porto, por exemplo, parte do aproveitamento de um antigo porto desativado e das características locais favoráveis quanto à profundidade do mar, disponibilidade de terrenos e proximidade com o mercado consumidor.

Leia este post na íntegra »

12 de Março de 2012 às 11:46

Muito além da banda larga

O Fundador e Acionista Controlador do Grupo Ser Educacional, Janguiê Diniz, comenta sobre a popularização do acesso à internet.

O Brasil quer se preparar para o grande número de turistas que estarão em solo verde-amarelo em 2014. No tocante ao acesso à web, estima-se que o volume de visitantes que terão interesse ao uso da internet seja grande. É preciso investir neste segmento. Esta semana, a presidente Dilma Rousseff anunciou que injetará pelo menos R$ 200 milhões em 12 cidades-sede voltados para a telefonia móvel. Boa iniciativa. Mas a conversa é antiga, pouco se avançou, e o Brasil tem pressa.

Com a realização da Copa do Mundo no país, é primordial que se perceba que muito ainda precisa ser feito onde ocorrerão os jogos mundiais. Seja na infraestrutura das cidades, com melhoramentos em portos, aeroportos e mobilidade urbana, seja na segurança, saúde ou educação. Mas estamos falando de um público o qual não conhecemos, mas que será, no mínimo exigente. Os turistas, de todo o mundo, que aportarão aqui, são bem informados e, antes mesmo das necessidades de locomoção, segurança ou lazer, estarão conectados à internet.

Leia este post na íntegra »

3 de Março de 2012 às 12:21
Autor admin - Postado em Cidadania, Economia | Sem comentários - Comente!

Recifenses menos satisfeitos com serviços públicos

Pesquisa do Instituto de Pesquisas Maurício de Nassau divulgada na sexta-feira (2) revelou que a satisfação do Recifense com a administração pública volta a cair no mês de fevereiro, após quatro meses de recuperação. Os dados fazem parte da pesquisa Índice de Felicidade dos Recifenses (IFR). O levantamento mostra que 27,7% dos recifenses estão insatisfeitos e 15,7% muito insatisfeitos com o serviço público. O índice que atingiu 1,76 pontos, em janeiro, chegou a 1,79 pontos. A pesquisa revela ainda queda de 1,76 pontos em relação ao mês anterior e atingiu o segundo nível mais baixo dos últimos seis meses.

Ao todo foram estudadas sete atividades. Seis apresentaram redução do nível de satisfação de janeiro para fevereiro. O tópico trabalho foi que teve maior redução, diminuiu 0,25 ponto chegando a 51%, em seguida veio o nível de satisfação do convívio com o próximo que chegou a 68,4%, uma redução de 0,08.

Leia este post na íntegra »

20 de Dezembro de 2011 às 10:40
Autor admin - Postado em Economia, Pesquisa | Sem comentários - Comente!

Cesta básica do recifense está mais cara

A cesta básica do recifense, no mês de novembro, está R$ 3 reais mais cara em relação ao mês de outubro. A informação está constatada pelo Instituto de Pesquisas da Faculdade Maurício de Nassau (IPFMN). A lista de alimentos apresentou uma alta de 0,72% saltando de R$ 414,21 para R$ 417,21. Foram pesquisados 25 bairros e Beberibe é o que apresenta preços mais baixos enquanto Boa Viagem vem com os preços mais caros da cidade.

O economista do IPFMN, Djalma Guimarães, justifica que a alta dos preços está mais perceptível para os consumidores de baixa renda. “Os itens pesquisados em estabelecimentos menores foram os que tiveram maior aumento”, comenta. Ele justifica que a variação de preços de um bairro para outro é devido ao público alvo de cada estabelecimento comercial. Ele diz ainda que conforto e variedades de mercadorias influenciam no preço.

Dos 20 itens da pesquisa, dez apresentam preços mais baratos em relação a outubro. A lista vem com a batata (29,53%), a banana (15,6%), a macaxeira (14,38%) e o ovo (6,52%). Entre os dez que ficaram mais caros no último mês está a margarina (18,21%), carne de frango (11,28%), tomate (9,04%) e cebola (7,02%).

Os interessados em adquirir a cesta básica ideal, com 20 produtos, no valor de R$ 288,41 teriam que visitar 15 supermercados em 13 bairros do Recife. A diferença seria de 30,87% o que representa R$ 128,80.

14 de Dezembro de 2011 às 15:51
Autor admin - Postado em Economia | Sem comentários - Comente!

Recifenses estão menos endividados e querem poupar mais

Em pesquisa realizada no início de dezembro, o Instituto de Pesquisas Maurício de Nassau realizou coleta de informações com 624 recifenses e constatou que a população está disposta a usar, o tão aguardado, 13º para quitar as dívidas de final de ano e poupar.

A pesquisa Consumo / Festejos de Fim de Ano do Recifense e Perspectivas para 2012 aponta que 17% dos entrevistados usarão o dinheiro a mais do final do ano para pagar as dívidas, enquanto 25,2% foi o número do ano passado. Os dados mostram que os moradores da capital pernambucana estão mais focados em poupar. Este ano o percentual é de 7,4%, em 2010 os interessados em poupar eram apenas 1,1% dos entrevistados.

Leia este post na íntegra »

9 de Dezembro de 2011 às 11:32
Autor admin - Postado em Artigos, Cidadania, Economia | 1 Comentário - Comente!

Crescimento do Recife

O Ph.D em economia e consultor do Instituto de Pesquisas Maurício de Nassau, Maurício Costa Romão, opina sobre o desenvolvimento do Recife. mauricio-romao@uol.com.br

A abordagem sobre desenvolvimento de um determinado lugar requer dois cuidados: (1) não apequenar o conceito, a ponto de circunscrevê-lo apenas à sua dimensão econômica e (2) não multidimensioná-lo, a ponto de torná-lo muito complexo, não mensurável.

A superação da visão econômica do desenvolvimento deu-se através da incorporação de outras dimensões ao conceito, como a da vertente humana (da qual se originou o IDH), das modernas teses de sustentabilidade, etc, propiciando maior amplitude para o entendimento de como as pessoas podem alcançar uma vida melhor.

Às várias críticas de que o Recife não vem acompanhando a expansão do estado, o prefeito João da Costa rebateu dizendo que “as críticas são desmentidas pelos números. O PIB da cidade cresce no mesmo ritmo do estado. Isso é fato”. Nota-se, assim, que, a controvérsia gira em torno do conceito restrito de crescimento econômico. E se essa é a referência, as estatísticas não dão suporte à afirmação do prefeito.

Leia este post na íntegra »

As opiniões postadas neste blog não refletem necessariamente a posição deste Instituto.

Copyright © Núcleo de Tecnologia da Informação - ESBJ

Recife

Endereço: Rua Manoel Caetano, 132, Derby, Recife-PE - CEP.: 52010-220
Contato: 3413-4611

Uma instituição do Grupo Ser Educacional