Instituto Maurício de Nassau

19 de Março de 2014
Autor admin - Postado em Economia, Pesquisa |

Cesta básica mais cara no Recife

Segundo resultados colhidos  pelo Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau (IPMN) o preço da cesta básica de consumo alimentar do Recife no mês de Janeiro aumentou. De acordo com o estudo, um recifense precisaria visitar, pelo menos, 20 estabelecimentos (em 13 bairros diferentes) para obter uma economia de R$ 84,28 em relação à média. No mês de Janeiro, o item com maior variação de preço entre os estabelecimentos pesquisados foi a Cebola, apresentando uma variação de 538,46%;

O produto com menor variação de preço entre os estabelecimentos pesquisados foi o Café, apresentando uma variação de 25,47%. Em relação ao item mais barato, a farinha foi a que apresentou a maior elevação no preço, com 40,84%. O preço que apresentou a maior variação negativa (diminuição) foi o Ovo, que ficou 0,52% mais barato.

A análise apontou, ainda, que Boa Viagem, localizado na Zona Sul do Recife, foi o bairro que apresentou a maior concentração dos preços mínimos de cada produto e também a maior ocorrência de preços máximos.

Deixe seu comentário!

As opiniões postadas neste blog não refletem necessariamente a posição deste Instituto.

Copyright © Núcleo de Tecnologia da Informação - ESBJ

Recife

Endereço: Rua Manoel Caetano, 132, Derby, Recife-PE - CEP.: 52010-220
Contato: 3413-4611

Uma instituição do Grupo Ser Educacional